terça-feira, 5 de maio de 2015

fundinho do baú

A NATUREZA PEDE PAZ

E a cada dia
O coração se aquece
Em um novo alvorecer
Mesmo se estamos dormindo
Quando o sol nasce
Já sentimos o conforto
Do calor que se aproxima
Uma energia vital
Que nos anima...

E daí podemos sentir
O pulsar latejante
Da mamãe natureza verdejante
A esboçar um sorriso matinal
Espreguiçar sincronizada
Com o respirar profundo da Terra
E exclamar; Estou viva!
Entre filhos e amigos
Pra mais um dia de paz

                                Teresa Jardim

(publicado no "Diário de Catalão" em 18.09.2003)