sábado, 28 de maio de 2016

Para Fernanda Nogueira (REVISADO ll)

Michelangelo: Um dos nus do teto da Capela Sistina.
POR NO POEMA, FECUNDAR A POESIA…


  E nós que pensávamos que jamais reveríamos

o manifesto de nudez pública(púbica...) E até a ideia

nem tanto comprometida com a hermética ou com métrica...

(mais não dispensamos a pô - ética! ) Nem mesmo

com a modernidade sofisticada das palavras colhidas

como seleciona-se joias… Já o  porno- poema  é:

a bio joia da vaidade poética resistente brasileira.

  Revertendo valores e conceito, o Movimento de Arte Pornô

surgiu sacudindo e fortalecendo o vocabulário do poeta.
  Tal com uma flor de lótus que se abriu (Ipanema/ verão 82)!
  Num cenário de quebra de censura e decadência da
impronunciável ditadura...Isentos de culpas, detonando
sim, mórbido pudor... muitos séculos de falsa moral, ainda
encruados na sociedade dita civilizada, vigente.
.

Teresa Jardim 23/05/2016