especial Reynaldo Jardim III

 Reynaldo Jardim III

UM PEDAÇO DA HISTÓRIA

...1968, Era véspera do A I 5. Com a publicação do livro,
considerado subversivo justamente, fui processado. E deixei
minha musa em uma posição delicada. Teve que
prestar depoimento no D O P S. A edição foi apreendida.
Minha casa invadida...
Reynaldo Jardim
13/12/1926_ 01/02/2011
 

(- Quem poderia imaginar que a ditadura militar
se instalasse, abrupta e veroz, sobre todos nós...)
_Meu pai foi anistiado mais de dois anos após a sua 
despedida...
 Teresa Jardim 
________________________________________________________

Trecho do livro neo- concreto MARIA BETHÂNIA
                                           GUERREIRA GUERRILHA
                                                                                          É um canto é um grito é um povo uma luta
é um fogo é uma chama é uma flor é uma fruta
é um tempo é uma data é uma dor é um lamento
´e uma ideia  é uma luz é um sonho é um invento
 é uma força que surge é martelo que malha
é uma faca é granada é fuzil é metralha
é um povo que canta é um samba é um hino


é mulher é amigo é um doce menino
         


é gaivota baixando e tornando a voar
é Bethânia cantando na beira do mar


Reynaldo Jardim

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

point

alívio

quem sabe faz ao vivo