terça-feira, 6 de maio de 2014

poeta coração

POETA CORAÇÃO

Começar diferente essa semana
recomeçar o batente (a batalha)
o bolso reclama...
Aquele banho rápido
aquela roupa bem limpinha, um batom
prá ilustrar. E a rua te espera
abordagens comerciais
cercam as pessoas
A poesia se infiltra, envolta a multidão

um grito, um apito, uma chamada
_ é o toque da arte na sua tarde _

E o artista está de volta
(cinco reais não são nada demais)
dançando e encantando
à todos que se aproximam
_ o poema não tem preço
 É cantado na praça, de graça
para o povo sofrido
em forma de verso- canção

a todo instante anima, conforta
o nosso poeta- coração



Teresa Jardim
06/05/2014