Nas cabeças

O verso poético
Está na ponta da língua
Na ponta do lápis
Atesta
Contesta
E se encontra
O verbo complexo
existencial
intrínseco e funcional
A poética das estrelas
Está na crista das ondas
            Do mar
No encontro diário
Das florestas e constelações
Pássaros habitam solenes ...
O nosso planeta
Para a plena alegria
Dos amantes da natureza     

                                  Teresa Jardim 11.07.2013    
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

point

alívio

apenas uma resposta