sexta-feira, 3 de abril de 2015

despertador


DESPERTADOR

Como traduzir?
sentimentos em palavras
versos em palestras...
Como delinear?
demarcar, distinguir
o que resta
do que não presta
Como não se alterar
e não me afetar
vendo a vida assim passar
Sem assistência alguma
agonizando, pedindo
esmola nas ruas...
Não me indignar
com as atrocidades
que assolam partes

desse mundo sub- humano!


março/abril 2015
Teresa Jardim