sábado, 7 de março de 2015

alma de artista


ALMA DE ARTISTA


É preciso ter classe
Nem precisa de passe
Não carece bilhete ou passagem
Precisa ter estilo
Para se penetrar uma Mulher
Não é necessário pagar pedágio
Pra se alcançar esse estágio
Descartar-se das armas
Abrir mão do escudo

Desfazer-se dos medos absurdos
Para adentrar o coração
Duma mulher
Mãos de veludo
Dedos de pianista
Guardanapo e colher
Com direito a sobremesa e tudo
Para enfim chegar junto
Bem lá no fundo

Driblando o desconforto
"Rei morto/ rei posto"
E junto a ti me reciclar

Teresa Jardim

Concluído às 18:46 de 07/03/2015