Anel

ANEL


Vida tem seu tempo
Tem suas compensações
Os nossos êrros adubaram
Grandes feitos posteriores
Construídos sobre enganos 
Desconstruídos/ reciclando
Como se faz hoje em dia

Se estou atrasado...vou
Me atualizar/ vou fazer
O possível para obter
O seu perdão oh! Vida
Mesmo que se saiba que
Isso já aconteceu faz tempo
Não estaria eu mais aqui

Entre os mansos de alma
Em meio ao céu e a terra
Para entreter as suas crianças
Abraçar os filhos da esperança
Compactuando da eterna
Dança de viver a ciranda
Cirandinha do amor


15.05.2014
Teresa Jardim


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

point

alívio

apenas uma resposta