o amor não quer tocar o terror

"O amor não quer tocar o terror"

    
      O amor não é teórico
      O amor não é simbólico
      O amor não é metafórico
O amor é simpático e coerente
É autocura
É formosura
      Não é intolerância
      Nem desesperança
      E nem "fissura"
O amor é amar
A beleza pura
Numa relação sólida e segura
       Ele vai cessar essa doideira
       Essa longa espera
       Essa louca procura
 O amor não é depressão
 Tristeza decepção
 ou amargura
     Está nesse coração de menina
     Que apesar de operado
     Não desanima

O violão do amor nunca que desafina!

                             Teresa jardim
                             06.01.2014




Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

point

alívio

apenas uma resposta