Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

essencial

Imagem
ESSENCIAL ¨Aqui não existem as entrelinhas
E sim linhas tortas formandoletras, palavras e versospoemas recheados de poesiaNão existem espaços em brancoonde transitem indiretasinsinuações para outremAonde caibam supostas suspeitasnem malévolas maledicênciassubentendidas sub-intençõesNão precisarás de filtros ou peneira
 Eis o néctar da rosa vermelha,,,
_____________________________________________________

30.04.2015 _ Teresa Jardim


bicho- solto

Imagem
BICHO SOLTO


O Poema da VidaTá na redeComo a comidaTá no pratoE o bicho solto no mato
Correndo sem sapatosSigo a trilha Radical da poesiaGostinho que virouLouca mania
Vamos ler PessoaMachado e CecíliaApurar a sensibilidadeSuperar a mediocridade
Deletando a hipocrisia!

27/04/2015_ Teresa Jardim

presente

Imagem
MEUS DESATINOS


Pra  enfim seguirmos  rumo ao harmoniosoe inquestionável...
Não passo direto o momento(verifico se tem vírgulas e pontosno caminho)Não atravesso deliberadamenteo meu destinoNão acometo atos não avaliadosnão mais tórpidos desatinosNão me iludo quanto a todos 
serem verdadeiros como sãoas meninas e meninos
Não tem jeito temos de reavaliar dar um pulo ao passado longínquo que sejaanalizarfeito a feitopra que agora mais esclarecidoo presente renascimentofazer tudo direito
Mas não tem que ser perfeito.

26/04/2015    às 7: 28
Teresa Jardim

jogo de palavras

Imagem
 Fernando Pessoa

LITÚRGICA
UM JOGO DE PALAVRASALGUMAS MANHASQUE TENHA CERTA GRAÇASENÃO EU NÃO PASSONO CRIVO DOS ERUDITOS
PODE SER COM OU SEMMÉTRICA OU RIMAMAS NÃO SEM ÉTICAMUITO MENOS SEM ALMATERIA QUE SER ASSIM
UM BASTA NAS DESCRIMINAÇÕESSEM NEXO E SEM FIM
25/04/2015_ Teresa Jardim

cantinho- rock' roll

Imagem
CANTINHO ROCK"ROLL


Tem poesia envolta a mim
É só salvar a tempoAntes que este tambémPossa se perder de mimAssim atoa. Na boaSalta! Mais um poema quenteDaqueles que valem a pena A caneta ou o  teclado

O verso que não se esqueça
Por aí, jogado de ladoMuito ao contrárioPalavras que alguém capturouMuito bem guardadasDentro do seu quadradoUm som que não se apaga maisDois corações conectados  


24/04/2015Teresa Jardim

poesia viva en mim

Imagem
POESIA VIVA EM MIM



 ______________________________________________________________________
amplo sentido 
O QUE ME VALEÉ TER A CABEÇA FEITAE OS BRAÇOS FORTES
___________________________________________________________________________



caminhar
 O MUITO QUE SE ANDAE SE AMA(PERDOA)

É GANHO PARA SE IRAINDA MAIS ALÉM


_________________________________________________________________________________
24 de abril de 2015 Teresa Jardim
...................................................................................................................................................................


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------












lume

Imagem
QUEDA DE BRAÇO

Todas as crianças tem irmãos.

Na casa do lado
Na escola
Entre eles não existe parentesco
Primos colegas amigos ou irmãos
São a mais nova geração
Existe um cumplicidade fraternal
Nos jogos e nas brincadeiras
São momentos de lazer
A mais pura diversão

(É um pacto divino que
Geralmente fica no passado
Toda espontaneidade e alegria
São deixadas de lado..
Estamos sob as rédeas
De um  regime social que
Que mede forças com a coerência
Com a fraternidade e com a
A nossa própria natureza!)


24/04/2015 _Teresa Jardim

mãos dadas

Imagem
MÃOS DADAS

Legal também
afinal hoje, um dia normal
e está em greve o hospital
Ela não sabe o que fazer...
se vai pra escola
ou se deixa o filho 
jogar bola até o anoitecer!
Ela tem que trabalhar
Êle precisa estudar
para melhor compreender
que as diferenças existem
insistem em se manifestar
No desequilibrio das coisas
Saber se posicionar:
Ajudando, quem pode 
a quem quer se ajudar...

21/ 14/ 2015
Teresa Jardim

desenrola

Imagem
DESENROLA
Faz de contaContador de históriasDá um tapa na memóriaBalanga a sacolaSacode a cacholaTira o coelho da cartola
Livre o pássaro da gaiolaEsquece a culpa e a dorAs intrigas e as brigasSeja o que for... PenseLembre-se e conte-meUma história de Amor !

21.04.2015 _ Teresa Jardim

zapping 2

Imagem
O QUE RESTA
_O que resta!? 
No ônibus lotado.  Na catraca pulada No asfalto cobrado. No corpo estourado. Nos olhos repletos. Na vida esperada. Na conclusão.  Na duvida:  O que resta é o cigarro não acabado. No cabelo não cortado uma identidade buscada.Na cara tampada, o que vejo é bala de borracha, muitas vezes perdida Tantas outras endereçadas.  Se andares curvado Sei que foi espancado Se desejar falar, sei que será calado. Se no bolso existe grana...Será julgado condenado, trancafiado, mascarado.

_No jornal induzido a ser inimigo.
Já foi silenciado, rotulado, marginalizado.

  Paulo Zapping / 2015

entenda

Imagem
ENTENDA

Nossos sentidos não estão a vendadistribuímos de graçaem oferendacortesia brinde bondadesem fins lucrativossem fim nem começo
Nossos sentidosnão são bandidosnem estão falidosfadigados ou vencidosao contrárioestão devidamente afinadosdivinamente suscetíveis
Nossos sentidos não estão a venda


19 de abril de 2015
TERESA JARDIM




redemoinho- violão

Imagem
REDEMOINHO & VIOLÃO

Cada um tem
Um momento
Seu tempo
Palavras boas
Só fortalecem
O vampiro- coração

Deus abençoe
A resposta rápida
A sintonia crônica
Uma orquestra
Sinfônica
Palpitando na
                  Canção


 18.04.2015
Teresa Jardim


indubitávelmente

Imagem
 Caldas Novas City

INDUBITAVELMENTE
NÃO SE PODE DUVIDAR DA BELEZA DESSE LUGARDESCE AQUI VEM ESPIAR COISA MAIS LINDA NÃO HÁCHEGA A SER INDECENTE TANTA LINDEZA ELOQUENTETODO O DICIONÁRIO SERIA INSUFICIENTE PARA REVELARA PAZ QUE TUDO TRANSMITE, PAIRA RESPLANDESCENTE NO AR




18 DE abril de 2015Teresa JardimCaldas Novas       ****************************
GOIÁSBrasil







maravilhada

Imagem
MARAVILHADA                                                                   BEM LÁ NO CANTINHO                                                          CONSTRUÍ O MEU NINHOJÁ DECOREI O CAMINHOO ITINERÁRIO DO AMOR

NA VOLTA AO SAGRADO LARSIGO PLAINANDO PELO ARMINHA ALEGRIA É REVEROS MEUS FILHOTINHOS
MEU PRAZER  É VÊ-LOS BEM ALIMENTADOSE BEM QUENTINHOS
QUIETINHOS ...'TUDO JUNTINHO'                 SATISFEITOS PRA DORMIR

12/04/2015Teresa Jardim

mundo muito louco

Imagem
poema-relâmpago
Não sei de nadacheguei agoraacabei de nascertudo pra mim é novoo meu vocabulárioé pouco para explicitaro mundo muito loucoMas tenho as anteninhasacesas/ acordadinhas
e ouço quando mesmode longe alguém fala meu nomeAS PALAVRAS QUE CONHEÇOse oferecem felizespara a concepçãodo verso

09/04/2015  Teresa Jardim   17:00 horas

o amor não acabou

Imagem
O AMOR NÃO ACABOU
O Amor não se acabou(nunca se acabará)o que se extinguiufoi a minha resistência 
Não se deve levantar
/peso indevidoacima do nosso próprio/além das possibilidades
Fomos então, até aondeo cordão não arrebentouestamos exaustos...ceder foi a melhor saída
As vezes, é preciso recuarnão se pode  forçar barra/não estrapolar
  reconhecer nossos limites
Com isso, o que era bompra sempre seráe o que foi ruimjá era; perecerá


08/04/2015 TERESA JARDIM 

Paulo Zapping

Imagem
PAULO ZAPPING
  COMERCIALpoesia na banca de jornalcomercialvende rápidolê sem tempopasso não olhovejo o títulorevistas/ jornais/ poesias/ contosna calçada sem famavarais de poesia que chamamsem título grifadofolha de cadernotinta de canetaletras a serem traduzidaspoema elaboradono último minutoo que resta nunca acabapoesia marginalrevoltadarebeladapensamento que não para...
ZAPPING/ 2015

Matheus Henrique Canuto

Imagem
CAPUCCINO

Gosto de um capuccino bem quenteem noites frias
Assistindo um filmeao lado de uma belacompanhia
Enquanto eu a admiroessa pessoa assim abraçada comigo
vidrada no filmeSomos adeptos um do outroCompartilhando a mesma sintonia

MATHEUS HENRIQUE CANUTO
 / 2015

árvore da vida

Imagem
HOJE

Leve-me das mãos, os anéisMas deixe-me o gesto livreO resto da sua alegria/ recriaToda a virtude não- materialEu quero seu carinho sinceroO respeito em nossas vidas A saúde do bom pensamentoDe uma determinada atitude
Faça com que O melhor de mimNão se perca nem se mude...

Teresa Jardim04/04/2015

2 anos de atividade

Imagem
Teresa jardim de poesias
http://standuppoetico.blogspot.com.br/


O NOSSO BLOG COMPLETOU NO MÊS PASSADO 2 ANOS DE ATIVIDADE COM MUITOS LEITORES DOS ESTADOS UNIDOS PARALELOS COM O BRASIL/ E TAMBÉM PARA GERAL PAÍSES DO MUNDO./ FICO MESMO MUITO HONRADA EM TER A SUA PARCERIA, NESSA PUBLICAÇÃO LIVRE QUE ABRAÇA OUTRAS    VOZES E EXPRESSÕES DA POP POESIA
04/04/2015 Teresa Medeiros Jardim da Silveira  _ BRASIL

editores: Solter Nurami e Teresa Jardim

despertador

Imagem
DESPERTADOR
Como traduzir?sentimentos em palavrasversos em palestras...Como delinear?demarcar, distinguiro que restado que não prestaComo não se alterare não me afetarvendo a vida assim passarSem assistência algumaagonizando, pedindoesmola nas ruas...Não me indignarcom as atrocidadesque assolam partes
desse mundo sub- humano!

março/abril 2015 Teresa Jardim

florata

Imagem
FLORATA
VOLTEI
COM FORÇA TOTALPARA PROVARPRA MIM MESMAQUE EXISTEUMA LINGUAGEMUNIVERSALISTAQUANDO SE QUER DIZER/PROPAGAR AMORTRADUZIR VIDA

COM FORÇA
MUDA-SE O FORMATODIFERENTES DIMENSÕESCULTURAISCONSTRUÇÕESESCULTURAISDESIGNES EXÓTICOSERÓTICO- ESPACIAISCÂNTICOS AFINADOSPLANTAÇÃO ESPIRITUAL

março/abril/2015teresa jardim

Edu Plachêz / poesia

Imagem
ESTIVE NA VELHA CINELÂNDIA
--------------------------
Morno no dia de hoje, mas não pelas próximas horas,
estive no fim da tarde nas escadarias da câmera municipal do Rio de Janeiro
para fazer o meu pequeno concerto,
para justificar minha presença cá nesse planeta,
para cumprir a missão de menestrel, de arauto do novo ou do velhoToquei a flauta, a gaita cromática de chave, cantei...
estava triste, tal qual os inertes postes apinhados de propagandas
e manchas de fuligemEnquanto, tocava, gesticulava, recitava e cantava,
as pessoas passavam apressadas para estarem em casa,
"tocava" para mim mesmo,
para a lua acobertada pelas nuvens do já outonoCom saudade dos palcos,me lanço às ruas da carioca matriz,
para num ato de reza humana,
espalhar o que abunda em minhas engrenagens, de poeta não vencido
de guerreiro descabeladoE o mundo está tão insensível aos meus gemidos,
"canto" para as paredes,
para os vitrais dos que sonham com luzem de pirilampos
( Ainda existe gente assim? )Estive na …